Empréstimo ou financiamento: qual a melhor opção?

Empréstimo ou financiamento: qual a melhor opção?

Você tem um sonho, seja comprar a casa e sair do aluguel, trocar seu automóvel ou fazer aquela viagem que sempre planejou, mas no momento, não tem todo o dinheiro suficiente para isso? A saída é buscar alguma forma de crédito extra.

É aí que começam as dúvidas: qual a melhor opção, um empréstimo ou financiamento? Quais as diferenças entre essas duas opções?

É o que vamos tentar te responder neste texto.

Qual a diferença entre empréstimo e financiamento?

Primeiro, vamos entender as semelhanças. Nos dois casos, você estará adquirindo dinheiro com uma instituição financeira para pagar parcelado posteriormente.  A diferença é que o empréstimo é liberado sem você precisar informar a finalidade específica desse dinheiro.

O banco, é claro, irá te solicitar informações sobre como você pretende pagar essas parcelas, pedindo alguma comprovação de renda e uma garantia de que você irá quitar o empréstimo, como um bem material de valor.

Já para o financiamento, é necessário informar a finalidade do uso deste dinheiro, como a aquisição de um carro, uma casa ou um terreno, por exemplo.  O financiamento é mais semelhante a uma compra em uma loja comum ao abrir um crediário, por exemplo.

Por que fazer um empréstimo?

Como mencionamos acima, a maior vantagem do empréstimo é poder utilizar o valor para consumir bens ou pagar suas dívidas sem precisar explicar ao banco a finalidade desse dinheiro.

Porém, justamente por isso, os empréstimos costumam ter taxas de juros maiores, uma vez que o risco de inadimplência para o banco é maior. Além de não tomar conhecimento da destinação do dinheiro, o banco não costuma exigir nenhuma outra garantia de quitação da dívida.

Para evitar pagar juros altos, uma boa opção é o empréstimo consignado. Ele é ideal para aposentados ou pensionistas do INSS, porque o valor das parcelas é descontado diretamente do benefício. Como o banco tem a garantia de que ele será pago, tem condições de oferecer juros muito abaixo das outras opções disponíveis no mercado.

Por que fazer um financiamento?

Os financiamentos geralmente podem ser mais vantajosos, já que os juros praticados são mais baixos. Porém, este tipo de contrato exige algum bem como garantia da dívida.

No caso das hipotecas, por exemplo, você adquire o crédito para a compra de um imóvel, mas a propriedade dele só será transferida quando a dívida for totalmente quitada. Caso você não consiga honrar o pagamento das prestações, a propriedade do imóvel fica com a instituição financeira.

As duas opções têm suas vantagens e desvantagens. O mais importante é analisar bem e buscar a melhor para você e sua necessidade no momento. E lembre-se: sempre fique atento para não cair em golpes quando estiver em busca de crédito. Se quiser saber mais, leia nosso texto Empréstimo on-line é confiável? 5 dicas para evitar golpes.

ALGUMAS PUBLICAÇÕES QUE PODEM TE INTERESSAR